Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK
iic_riodejaneiro

A Loucura de Orlando

Data:

08/11/2011


A Loucura de Orlando

I Pupi Siciliani de Mimmo Cuticchio

Momento Itália Brasil

Isolar La Pazzia di Orlando ou qualquer outro episodio do ciclo dos paladinos franceses, não faz muito sentido nem no papel nem em cena. È como arrancar a pastilha de um grande mosaico, como cortar o galho de um carvalho, a operação é de uma dolorosa evidência redutiva: o galho não é o carvalho, a pastilha não é o mosaico. A este tipo de mutilação recorreram os últimos mestres de marionetes entre os anos cinqüenta e sessenta quando, perseguidos pela invasão televisiva, foram abandonados a eles mesmos. Apresentados singularmente os episódios, que eram centenas, não podem dar a idéia da amplitude e da respiração do desenho narrativo e dramatúrgico no qual é necessário compreender a participação popular, e que por quanto significativos e cruciais possam ser, desmembrados do conjunto, correm o risco de parecer apenas curiosas lascas folclóricas. La Pazzia di Orlando é um dos títulos mais queridos do publico tradicional e è o resultado de um re-pensamento da estrutura narrativa da obra, nascido da exigência de adequar a representação a um novo publico. Neste sentido a técnica de cena foi especialmente trabalhada e a sucessão das cenas calculada pelo efeito e pelo ritmo, que na tradição eram diluídos ao longo de mais episódios. Os mesmos personagens da historia sofreram intervenções, no sentido de que a caracterização dos mesmos acontece ao longo da ação, sem a interrupção do fluxo narrativo por longos monólogos ou a partes. As técnicas narrativas, a linguagem cênica, todavia não são renegadas, ao contrario, adquirem maior evidência sem que com isso percam sua natureza. Renovação induzida pelas mudanças nas condições socioculturais mas que demonstra a capacidade da obra das marionetes de plasmar novas soluções e novos estímulos sem negar a sua própria identidade.Baseado no Orlando Furioso de Ludovico Ariosto Adaptação cenográfica: Mimmo Cuticchio Produção: Elisa Puleo Compagnia Figli d’Arte Cuticchio Pupari: Mimmo Cuticchio, Fulvio Verna, Tania Giordano Piano: Giacomo Cuticchio

Informazioni

Data: Ter 8 Nov 2011

Ingresso : Libero


600