Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK
iic_riodejaneiro

Analogias

Data:

25/08/2007


Analogias

Salvino Campos

FotoRio 2007 International

Estais para entrar no intenso preto e branco de Salvino. Tereis apenas o tempo de fazer-vos surpreender pelo cristo redentor que desponta, em uma manhã de domingo, entre os panos estendidos dos moradores ainda adormecidos do morro Santa Marta, e eis que reencontrareis-vos, sentados no coração de Havana Vieja, ao lado de um jogador absorto sobre a sua desgastada tábua de xadrez com a mesma concentração que se lê na feição do jovem italiano que a pouca distância joga carteado na mesinha igualmente deteriorada. Dois passos mais adiante, reencontrarão uma velha Fiat 500 abandonada contra um muro repleto de grafites, em uma Nápoles, ofendida em seu esplendor, enquanto em meio à estrada, debaixo de um sol que chega a pesar, operários do mundo latino recolocam, inutilmente, em ordem, dum lado e do outro do oceano, aquilo que a entropia da cidade e do homem logo despaginará de novo. O fascínio doloroso e alegre de Nápoles, Havana e Rio de Janeiro, cidades entre as mais belas e difíceis do mundo, serve de cenário à mensagem do fotógrafo: do laberinto dos muros descascados, do emaranhado caótico dos fios da rede elétrica, emerge lenta, mas potente, a figura humana, com o seu corpo plástico e a sua determinação em existir, em resistir, apesar de tudo. Boa viagem!

Informazioni

Data: Sáb 25 Ago 2007

Ingresso : Libero


219