Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK
iic_riodejaneiro

Tre Domeniche con Totò

Data:

24/05/2015


Tre Domeniche con Totò

Anno Italia America Latina

Durante três domingos, 24 e 31 de maio e 7 de junho, o cinema do IMS-RJ irá exibir uma mostra de filmes do napolitano Antonio de Curtis Gagliardi Griffo Focas Commeno - o Totò (1898-1967). Entre as décadas de 1940 e 1960, tornou-se conhecido por trocar o humor puramente visual do cinema mudo pela tradição da comicidade do circo e do teatro de variedades. Totò trouxe e adaptou para o cinema a pintura exagerada no rosto do palhaço e a bola vermelha na ponta do nariz. Moldou seu rosto para atuar como a máscara pintada no palhaço: franzia as sobrancelhas, arregalava os olhos, entortava a boca e deslocava o queixo para o lado. Totò estrelou mais de cem filmes. O primeiro, Fermo con le mani, é de 1937, e o último, Capriccio all’italiana, foi lançado em 1968, um ano após sua morte. Além disso, também fez inúmeras paródias de filmes americanos (O Filho do Sheik, 1950; Totò Tarzan, 1950; O que aconteceu com Baby Totò, 1962; Totò e Cleópatra, 1963), franceses (Totò le Mokò, 1949) ou italianos (Totò - Barbeiro em Sevilha, 1950; Totò e a Doce Vida, 1961; Totò contra Maciste, 1962). As comédias em que Totò atuou contaram com direção de Steno, Mario Monicelli, Mario Mattoli, Camillo Mastrocinque, Vittorio De Sica e Pier Paolo Pasolini. Muitas delas se tornaram clássicos italianos, como as que serão apresentadas no IMS-RJ: Totò procura Casa, A Quadrilha dos Honestos, O Médico dos Loucos, Os Dois Coronéis, Totò contra Quatro e Confusões à Italiana. Todas as exibições serão feitas em 35 mm, com legendas em português. Programação: Totò procura Casa (Totò cerca Casa), de Steno e Mario Monicelli (Itália, 1950. 79’) 24/05 às 14:0007/06 às 14:00Benjamino, um homem pobre, sofre, como a maioria dos italianos no pós-guerra, o problema de moradia. Vive em busca de um teto qualquer para si e sua família. Ele, a esposa, Amalia, a filha Aida, dormem numa sala de aula da escola Garibaldi. Benjamino consegue um emprego no cemitério e pensa em morar lá, mas, com medo de fantasmas e caveiras, a família Lomacchio prefere voltar a dormir nos bancos da escola. Confusões à Italiana (Miseria e Nobiltà), de Mario Mattoli (Itália, 1954. 95’) 24/05 às 16:0031/05 às 14:00 Sem o consentimento do pai para se casar com a filha do comerciante Gaetano, Eugenio convence os amigos Felice e Pasquale a fingir que são seus pais quando ele vai pedir a mão de Gemma em casamento. A Quadrilha dos Honestos (La Banda degli Onesti), de Camillo Mastrocinque (Itália, 1956. 106’) 24/05 às 18:0007/06 às 16:00 O porteiro Antonio Buonocore encontra clichês para fabricar dinheiro falso e convence os amigos Lo Turco e Cardone a ajudá-lo na empreitada. Imprimem as notas, mas, quando decidem passar o dinheiro falso, se arrependem e pagam as despesas com as notas verdadeiras que serviram de modelo para a falsificação. O Médico dos Loucos (Il Medico dei Pazzi), de Mario Mattoli (Itália, 1954. 91’) 24/05 às 20:0031/05 às 16:00 Ao receber a inesperada visita do tio que o enviara a Nápoles para estudar medicina, o jovem e boêmio Ciccillo apresenta a pensão em que vive como se fosse um hospício que ele dirige, e a dona da pensão e os demais hóspedes como os pacientes loucos. Os Dois Coronéis (Totò e i Due Colonnelli), de Steno (Itália, 1962. 90’) 31/05 às 18:0007/06 às 20:00 Durante a Segunda Guerra Mundial, italianos e ingleses ocupam alternadamente um vilarejo entre a Grécia e a Albânia. Embora inimigos na guerra, o coronel italiano Di Maggio e o coronel inglês Henderson se hospedam no mesmo hotel e se tornam amigos. Ao receber a ordem dos alemães para arrasar o país, Di Maggio se recusa e é levado ao pelotão de fuzilamento. Henderson intervém com suas tropas para salvá-lo da execução. Totò contra Quatro (Totò contro i Quattro), de Steno (Itália, 1963. 98’) 31/05 às 20:0007/06 às 18:00 O carro do comissário Saracino é roubado, mas ele não pode abandonar o trabalho na delegacia: uma denúncia de adultério, um caso de chantagem e a visita do padre Amilcare, que vem devolver os bens roubados que recebeu no confessionário. Classificação indicativa da mostra: 14 anos Ingressos: R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia) Todos os ingressos disponíveis também em www.ingresso.com Sessões para escolas e agendamento de cabines pelo telefone (21) 3284.7400 Disponibilidade de ingressos sujeita à lotação da sala Capacidade da sala: 113 lugares

Informazioni

Data: Dom 24 Mag 2015

Ingresso : Libero


769